Estamos em conformidade com as normas LGPD e a resolução CFM/2299 – saiba mais

Pesquisar

7 passos para implementar medicina preditiva em sua clínica

Entenda o que é a medicina preditiva, quais são seus benefícios e como implementar em sua clínica ou consultório médico para aproveitá-los.

Alavancada pelo cenário tecnológico atual, seja pela Big Data, inteligência artificial ou Computação em Nuvem, a medicina preventiva está cada vez mais presente em clínicas e consultórios médicos, tornando-se uma tendência crescente que começou com os estudos inovadores sobre genética, como o Projeto Genoma Humano

Assim, o conceito de medicina preditiva é diretamente vinculado aos estudos genéticos, ao uso de tecnologias e a projeções para o futuro da saúde.

Com isso, apresenta grandes benefícios para toda a sociedade, desde o aumento do diagnóstico precoce até a redução dos custos na saúde

Quer entender mais sobre isso? Nós te ensinamos: 

O que é medicina preditiva e qual seu objetivo?

A medicina preditiva ou genômica é uma abordagem da medicina impulsionada pelo avanço tecnológico ao utilizar dados, análises e ferramentas avançadas, como Big Data, sequenciamento genômico e inteligência artificial, a fim de prever riscos de doenças e personalizar tratamentos conforme as características genéticas e socioambientais de cada paciente. 

Portanto, o principal objetivo dessa abordagem é antecipar e prever o desenvolvimento de doenças em pacientes, antes mesmo que os sintomas se manifestem clinicamente. 

Ou seja, ao analisar informações genéticas, histórico médico, estilo de vida, exposições socioambientais e outros dados relevantes, a medicina preditiva procura identificar fatores de risco e outras suscetibilidades subjetivas que influenciam o curso da doença.

Com base nessas previsões, os profissionais de saúde oferecem intervenções preventivas mais direcionadas e eficazes, com tratamentos personalizados para minimizar ou evitar o impacto da doença. 

O que difere a medicina preditiva da medicina preventiva e consultiva?

A medicina preditiva é constantemente confundida com a medicina preventiva, mas não é a mesma coisa. 

Cada uma é focada em aspectos específicos para otimizar a prevenção, o diagnóstico e o tratamento das doenças.

Veja como elas se diferem:

  • Medicina preditiva: utiliza dados genéticos, informações de estilo de vida e outros fatores individuais para prever o risco de desenvolvimento de doenças, principalmente genéticas, antes que os sintomas apareçam. 

Assim, a medicina preditiva está mais focada em prevenir o surgimento de doenças antes que se manifestem.

  • Medicina preventiva: já a medicina preventiva é uma abordagem mais ampla, concentrando-se na prevenção de doenças em populações ou indivíduos saudáveis ou em risco de desenvolverem problemas de saúde.

Desse modo, ela engloba uma série de estratégias e ações para promover e manter a saúde, como a promoção de hábitos saudáveis, a vacinação, o rastreamento de doenças em estágios iniciais e a educação sobre cuidados preventivos, como no Outubro Rosa, por exemplo. 

Lei também: Conscientização de pacientes: como ajudar

  • Medicina consultiva: por fim, a medicina consultiva ou curativa é a abordagem mais tradicional da prática médica, sendo focada em tratar doenças e sintomas que já estão estabelecidos em paciente.

Sendo assim, profissionais de saúde avaliam os sintomas, realizam diagnósticos e prescrevem tratamentos específicos para lidar com as condições de saúde existentes. 

Ou seja, por mais que suas denominações sejam semelhantes, suas aplicações possuem objetivos e abordagens diferentes. 

Detalhe de aparelho medidor de pressão

Quais são os benefícios da medicina preditiva em consultórios e clínicas médicas?

Como você viu anteriormente, a medicina preditiva leva benefícios para diversas camadas da sociedade, seja dentro da esfera da saúde pública ou da privada. 

Veja alguns deles:

Diagnóstico precoce

A medicina preditiva permite identificar riscos de desenvolvimento de doenças antes mesmo dos sintomas se manifestarem clinicamente. Ou seja, aumenta as chances de sucesso em tratamentos realizados em estágios iniciais e reduz as complicações. 

Tratamento personalizado

Com base nas informações genéticas e dados individuais de cada paciente, são oferecidos tratamentos personalizados, adaptados às características específicas de cada indivíduo. 

Desse modo, resulta em terapias mais eficientes e reduz os efeitos colaterais indesejados. 

Prevenção de doenças

Por mais que não seja igual a medicina preventiva, a medicina preditiva também auxilia na prevenção de doenças. Afinal, ela colabora na identificação de fatores de risco genéticos e ambientais, o que permite a implementação de medidas preventivas específicas para cada paciente. 

Redução de custos de saúde

Como é de conhecimento comum, o diagnóstico precoce e o tratamento personalizado diminuem os custos de saúde a longo prazo. Assim como a educação dos métodos de redução de danos para usuários de drogas aplicado pela medicina preventiva, além de outras abordagens. 

Melhoria na gestão de doenças crônicas

Para pacientes com doenças crônicas, a medicina preditiva compreende os fatores que influenciam o curso da doença para ajustar o tratamento de forma mais direcionada e eficiente, o que melhora a qualidade de vida do paciente. 

Fortalecimento do relacionamento médico-paciente

Ao envolver o paciente em seu próprio cuidado, a medicina preditiva torna-o mais participativo e informado sobre sua saúde, o que estreita os laços entre o relacionamento médico-paciente, aumentando a confiança e comprometimento com os tratamentos, além de aumentar as taxas de fidelização em clínicas médicas. 

Atendimento eficiente

Com base nas previsões da medicina preditiva, os médicos conseguem priorizar pacientes com maior risco ou necessidades mais específicas, o que também otimiza o uso de recursos e melhora a eficiência dos atendimentos

Avanços científicos

Por fim, a medicina preditiva também estimula a pesquisa e o desenvolvimento de tecnologias avançadas, o que impulsiona o avanço científico na área da saúde.  

Passo a passo para implementar medicina preditiva em sua clínica

Por fim, para te ajudar a implementar a medicina preditiva em sua clínica ou seu consultório médico, separamos 7 passos cruciais. Confira: 

1.Contar com equipe médica capacitada

Comece contando com a capacitação da sua equipe médica, ou, em caso de clínicas ou consultórios novos, com a contratação de uma equipe médica especializada. 

Sendo assim, capacite seus médicos com conhecimentos em genética, análise de dados, medicina personalizada e em tecnologias específicas utilizadas na abordagem

Além disso, proporcione treinamentos contínuos para manter sua equipe atualizada sobre os avanços na área. 

Lei também: Montar uma equipe médica e 6 dicas para motivá-la

2.Coletar dados e o consentimento do paciente

Esse é um passo crítico na medicina preditiva. Portanto, defina quais informações serão coletadas, como: 

Ao mesmo tempo, garanta que seus pacientes entendam o propósito da coleta de dados e forneçam seu consentimento para participar da abordagem. Lembre-se da importância da conformidade com a LGPD.

3.Implementar tecnologias e infraestruturas adequadas

Para viabilizar a medicina preditiva em sua clínica ou seu consultório médico, é preciso implementar tecnologias e infraestruturas adequadas. Sendo assim, buscar plataformas que possibilitem os exames de DNA, as análises e os mapeamentos genéticos, além da avaliação de dados por meio da inteligência artificial é um começo. 

Dê preferência para plataformas integradas que facilitem a interpretação dos dados coletados, além de que ofereçam um nível de segurança alto para garantir a qualidade e o tratamento dos dados dos seus pacientes. 

Lei também: Tecnologia na saúde: tendências para 2023

Pesquisadora olha no microscópio ao fundo, com tubo de sangue na frente

4.Selecionar testes genéticos e biomarcadores

Outra etapa importante da implementação da medicina preditiva em sua clínica médica é a seleção dos testes genéticos e biomarcadores

Para isso, identifique os testes mais relevantes e confiáveis para garantir a alta precisão das previsões da sua clínica médica

Lembre-se de certificar-se de que esses testes possuem relevância clínica comprovada cientificamente que sejam devidamente validados pelos órgãos de controle

5.Avaliar riscos e recomendações clínicas

Ao utilizar os dados coletados e os resultados dos testes genéticos e biomarcadores, a medicina preditiva permite avaliar os riscos individuais de doenças específicas de cada paciente. 

Dito isso, os profissionais de saúde devem elaborar recomendações personalizadas, como mudanças no estilo de vida, rastreamento frequente ou outros tratamentos específicos. 

6.Integrar com a prática médica

As informações preditivas também devem ser incorporadas aos protocolos de tratamentos e aos cuidados da rotina da sua clínica ou consultório. Além disso, também devem promover a comunicação entre os profissionais de saúde do estabelecimento para garantir uma abordagem colaborativa e atenciosa no atendimento ao paciente. 

7.Monitorar e avaliar

Por fim, a medicina preditiva é uma área em constante evolução graças ao avanço tecnológico na área. Sendo assim, sua implementação requer um processo de monitoramento e avaliação contínua.

Para isso, avalie regularmente os resultados das suas estratégias de medicina preditiva para verificar ajustes conforme o necessário para melhorar a precisão de suas previsões e qualidade dos cuidados prestados aos seus pacientes. 

Agora, caso você queira levar ainda mais eficiência e precisão para sua gestão de clínicas médicas, conte com a Amplimed e unifique seus dados e suas operações em apenas um sistema:

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novidades todas as semanas em seu e-mail

Posts relacionados

Conheça o sistema de gestão que auxilia no gerenciamento de sua clínica de ponta a ponta e descubra 9 formas práticas para diminuir custos.
Conheça os benefícios, os desafios, as principais integrações e muito mais sobre o prontuário eletrônico, suas funcionalidades e implementação.
Você sabe por que deve implementar um sistema de agendamento médico em sua clínica? Conheça 6 benefícios que podem convencê-lo.
Como medir o faturamento da clínica? Saiba como um sistema de gestão pode ajudar no controle financeiro do seu negócio de saúde.

Antes de falar com nosso time comercial,
nos informe:

Está buscando atendimento médico? Clique aqui

É paciente? Atenção!

Nosso sistema é exclusivo para gestão de clínicas, consultórios e operadoras de saúde. Se você precisa de atendimento, conheça nosso agendamento online e encontre os melhores profissionais.