Estamos em conformidade com as normas LGPD e a resolução CFM/2299 – saiba mais

Pesquisar

Anamnese psicológica: o que é e como fazer

A anamnese psicológica exige atenção e perguntas específicas para uma boa avaliação. Confira, em nosso artigo, tudo sobre o assunto!

A anamnese psicológica diz respeito ao mesmo processo de atendimento humanizado direcionado aos pacientes de qualquer especialidade médica, com um questionário que permita conhecê-los.

Mas é claro que, assim como qualquer área focada em um segmento da saúde, a anamnese voltada para a psicologia conta com particularidades e perguntas específicas.

Isso porque é necessária uma forma diferenciada de abordar certos assuntos para entender o histórico do paciente.

Neste artigo você conhecerá algumas maneiras de introduzir essa abordagem na sua consulta, para deixar seu paciente à vontade e identificar com mais precisão o diagnóstico e o tratamento a ser ministrado.

O que é anamnese psicológica?
Qual é a diferença entre anamnese psicológica e anamnese psiquiátrica?
Quais as diferenças entre a anamnese adulta e infantil?
Qual é a importância da anamnese psicológica?
Como fazer uma anamnese psicológica?

Paciente e psicóloga em consulta

O que é anamnese psicológica?

Sendo relembrado no mês de outubro, o Dia Mundial da Saúde Mental, criado pela Federação Mundial de Saúde Mental, em 1992, coloca em foco a importância de acompanhamento psicológico para a maior parte da população.

Isso porque, nos últimos anos, as situações que envolvem questões da saúde mental vêm aumentando exponencialmente, especialmente entre a geração mais jovem.

Uma pesquisa inédita DataFolha mostra que oito em dez brasileiros entre 15 e 29 anos apresentaram, em dados recentes, alguma questão de saúde mental.

Entre os problemas listados, estão:

·         Pensamentos negativos;

·         Crises de ansiedade;

·         Dificuldade de concentração.

Apesar dos números serem alarmantes, isso também coopera para que, cada vez mais, a psicologia se desenvolva e inove em métodos de diagnóstico acelerados.

Todavia, o mais importante deles permanece sendo o tradicional: uma boa e velha anamnese dedicada, que permita que o profissional da saúde e o paciente se conheçam, e que possibilita a identificação de questões através de uma comunicação verbal ou não.

A anamnese psicológica se trata desta entrevista inicial e introdutória, realizada com tato e sensibilidade, que será, mais adiante, ferramenta essencial para o psicodiagnóstico.

Detalhe de mãos segurando uma na outra

Qual é a diferença entre anamnese psicológica e anamnese psiquiátrica?

A base de qualquer anamnese segue os mesmos preceitos, começando por uma forma de conhecer informações básicas sobre o paciente.

Depois desta etapa, cada especialidade tem uma forma de retirar os dados de que precisa e que serão úteis no momento do diagnóstico.

O que diferencia uma anamnese psicológica de uma anamnese psiquiátrica é muito sútil, tendo em vista a complementaridade das especialidades.

Mesmo assim, podemos enumerar alguns pontos.

Enquanto a anamnese psicológica foca em conhecer o paciente através de seus relatos e observar algumas comunicações inconscientes durante este processo, a psiquiátrica se atém a outras técnicas de observação.

Entre elas, a avaliação da memória, do nível de atenção, orientação no tempo e no espaço e reações que possam demonstrar questões até mesmo neurológicas.

Psicóloga fazendo anotações enquanto menina desenha

Quais as diferenças entre a anamnese adulta e infantil?

A principal diferença em tratar de um adulto ou uma criança está na abordagem.

Na maior parte das vezes, a criança ainda não tem discernimento o suficiente para, não apenas relatar, como também identificar certas situações que a rodeiam e precisam de atenção.

Desta forma, a abordagem direta e em formato de uma conversa clara e entrevistadora como é a relação com adultos não funciona.

Uma solução geralmente aplicada nesses casos é a anamnese realizada através de jogos e outras atividades lúdicas.

Enquanto se distrai, a criança pega confiança ou mesmo se comunica melhor, e a conversa que dispõe informações importantes para o profissional flui espontaneamente.

Além disso, o lúdico traz outro traço essencial para traçar o psicodiagnóstico: ele expõe diversos traços comportamentais das crianças.

Em meio às atividades propostas, o especialista pode fazer anotações que vão auxiliá-lo no preenchimento do prontuário.

Ter um sistema de prontuário personalizável para psicólogos pode, inclusive, auxiliar na rapidez do processo.

Qual é a importância da anamnese psicológica?

Talvez, entre todas as outras especialidades da área da saúde, a psicologia seja a que mais precisa de um processo concentrado e dedicado de escuta ativa.

Quem oferece os serviços deseja escutar, e oferecer uma comunicação efetiva para que o paciente encontre soluções.

E quem busca se consultar deseja falar. Tem isso como uma urgência e precisa ser ouvido.

A anamnese é o primeiro contato do paciente com este interlocutor que é o profissional de psicologia. É o momento em que ele vai entender se a disponibilidade de quem está sentado à sua frente é compatível com as suas necessidades.

Isso também vale para o psicólogo, pois através destas breves entrevistas já há indícios sobre o paciente, se ele está procurando um profissional com o tipo de abordagem correta para ele e como ele pode ser programar para ajudá-lo.

Afinal, paciente e profissional, especialmente para tratamento da saúde mental, devem estar em perfeita sincronia.

Detalhe de um ouvido

Como fazer uma anamnese psicológica?

É claro que cada profissional definirá qual é o seu método e as melhores formas de abordagem para chegar a resultados satisfatórios.

Mas existem algumas informações padrão que devem constar em qualquer anamnese.

Listamos algumas delas abaixo para facilitar no seu processo de elaboração da ficha.

Que perguntas fazer em uma anamnese psicológica?

Identidade

Neste tópico devem ser abordados dados básicos do paciente, como nome, nome social, idade, gênero, profissão, endereço, data de nascimento.

Motivo da consulta

Aqui é questionada e relatada a queixa que, a priori, fez com que paciente buscasse auxílio profissional.

Histórico do paciente e do problema

Este é o momento de verificar a situação. Se o paciente souber identificar e relatar, busque entender e anote quando começou, onde e quais foram os primeiros sinais que se manifestaram.

Alguns pacientes possuem uma dificuldade maior de verbalização do problema, neste caso, observe a comunicação não verbal, e vá estimulando o diálogo através de perguntas bem direcionadas.

Mulher de perfil em ambiente escuro, sentada no chão, com as mãos no rosto

Impacto biográfico

Assim que o problema que levou o paciente ali ficar definido, as perguntas devem se voltar às áreas da rotina como trabalho, estudos e hobbies praticados.

Este item ajudará a definir quanto o problema está afetando diversas áreas da sua vida.

Infância

Conhecer e entrar profundamente na história do paciente ajuda a traçar a origem da questão que o levou em busca do profissional.

Traumas se revelam constantemente através de perguntas sobre as relações desde o primeiro período de vida.

Expectativas

Por fim, é necessário entender o que o paciente busca quando procura tratamento psicológico.

É importante situá-lo sobre seu caso e definir quais das suas expectativas estão dentro da realidade de um tratamento, e quais estão além do que seu caso permite.

Em suma, a anamnese psicológica, assim como a de qualquer outra especialidade, depende intensamente da sensibilidade do profissional da saúde, da sua disponibilidade, prontidão e escuta ativa e humanizada.
Você pode aprender ainda mais sobre o assunto acessando este artigo no blog da Amplimed.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novidades todas as semanas em seu e-mail

Posts relacionados

Conheça o sistema de gestão que auxilia no gerenciamento de sua clínica de ponta a ponta e descubra 9 formas práticas para diminuir custos.
Conheça os benefícios, os desafios, as principais integrações e muito mais sobre o prontuário eletrônico, suas funcionalidades e implementação.
Você sabe por que deve implementar um sistema de agendamento médico em sua clínica? Conheça 6 benefícios que podem convencê-lo.
Como medir o faturamento da clínica? Saiba como um sistema de gestão pode ajudar no controle financeiro do seu negócio de saúde.

Antes de falar com nosso time comercial,
nos informe:

Está buscando atendimento médico? Clique aqui

É paciente? Atenção!

Nosso sistema é exclusivo para gestão de clínicas, consultórios e operadoras de saúde. Se você precisa de atendimento, conheça nosso agendamento online e encontre os melhores profissionais.