Estamos em conformidade com as normas LGPD e a resolução CFM/2299 – saiba mais

Qualidade de vida para profissionais da saúde: como aplicar

qualidade de vida

Compartilhe esse artigo em suas redes

Pop up de notícias sobre a CFM, regulamentação da Telemedicina no Brasil

Mesmo que o significado de qualidade de vida não seja óbvio para a maioria das pessoas, no fundo todos sabemos o que esse termo significa. Tendemos a relacionar essa palavra com “se sentir bem”, e quando falamos de qualidade de vida para profissionais da saúde, o sentido ganha ainda mais relevância. 

Para conquistar esse objetivo, é importante se atentar em alguns aspectos da nossa vida, como saúde, trabalho, meio ambiente, entre outros. 

Nesse texto, vamos falar mais sobre como melhorar a qualidade de vida para profissionais da saúde. Confira! 

O que é qualidade de vida?

Quando falamos em alcançar qualidade de vida, não podemos levar em consideração apenas a saúde física do indivíduo, como também seu estado psicológico, nível de independência, relações sociais que está inserido, etc. 

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o conceito de qualidade de vida está relacionado com a auto-estima e o bem-estar pessoal. Por isso, compreende vários aspectos, como:

  • Capacidade funcional 
  • Nível socioeconômico 
  • Estado emocional 
  • Interação social 
  • Atividade intelectual 
  • Autocuidado 
  • Suporte familiar 
  • Estado de saúde 
  • Valores culturais, éticos e religiosos 
  • Estilo de vida 
  • Satisfação com o emprego e/ou atividades diárias 
  • Qualidade do ambiente em que se vive 

Sendo assim, a OMS define qualidade de vida como “a percepção que um indivíduo tem sobre a sua posição na vida, dentro do contexto dos sistemas de cultura e valores nos quais está inserido e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações”. Trata-se de uma definição que contempla a influência da saúde física e psicológica, nível de independência, relações sociais, crenças pessoais e das suas relações com características inerentes ao respectivo meio na avaliação subjectiva da qualidade de vida individual. Neste sentido, poderemos afirmar que a qualidade de vida é definida como a “satisfação do indivíduo no que diz respeito à sua vida quotidiana”.

Outro ponto é a compreensão de que qualidade de vida e padrão de vida são dois termos distintos. O padrão de vida está relacionado ao cálculo da qualidade e quantidade de bens e serviços disponíveis. 

O que levar em consideração para conquistar qualidade de vida para profissionais da saúde? 

Saúde 

É impossível não associar saúde com qualidade de vida. Inclusive, muitos estudiosos e pesquisadores da área não distinguem um termo do outro, pois para eles, saúde e qualidade de vida são a mesma coisa. Mesmo não sendo o único fator que influencia a qualidade de vida, a saúde tem um destaque fundamental. 

Isso acontece porque a saúde contribui positivamente para que o indivíduo tenha qualidade de vida, enquanto seu nível de qualidade de vida também impacta sua saúde. 

Além da saúde física e mental, também é importante estar bem consigo, com a vida, com as pessoas que te cercam e harmonizar outros aspectos importantes dentro da sua rotina. 

Não ter uma saúde boa pode acarretar em doenças leves ou graves, declínio físico e mental da condição, início de doenças crônicas, entre outras. Essas situações são responsáveis por prejudicar nossa qualidade de vida. 

Saúde física 

Como profissional da saúde, você conhece a relação entre atividade física, boa alimentação, melhoria na condição de saúde e qualidade de vida, certo?

Ter uma alimentação saudável e equilibrada trará um impacto positivo no seu bem-estar, pois quando nosso organismo recebe nutrientes e vitaminas na quantidade certa, há uma melhora na saúde física e na qualidade de vida. 

Sendo assim, ao melhorar a condição de saúde física focando em uma rotina mais saudável, é possível aumentar o nível de qualidade de vida. Mesmo que o dia a dia de um profissional da saúde seja bastante corrido, não se esqueça de cuidar de si mesmo! Tire um tempinho para fazer refeições mais saudáveis e exercícios físicos pelo menos três vezes na semana. 

Saúde mental 

saúde mental

A saúde mental tem ganhado cada vez mais destaque no discurso e na prática médica, o que mostrou para a população em geral a importância desse aspecto em nossa qualidade de vida. 

A OMS define o termo saúde como “o estado de completo bem-estar físico e mental”. Porém, muitas vezes acabamos focando mais nos quesitos físicos, deixando a saúde mental em segundo plano. 

Não é por acaso que podemos identificar a partir de pesquisas e estudos o aumento constante de stress crônico, síndrome de burnout, ansiedade, depressão, entre outros problemas psicológicos e emocionais. 

Uma pessoa com quadro de depressão, por exemplo, tem grandes dificuldades em manter seus relacionamentos, desempenhar suas funções no trabalho ou educar os filhos. Infelizmente, esses problemas acabam prejudicando o indivíduo e as pessoas que estão à sua volta. 

Além disso, pessoas que sofrem com transtornos psicológicos estão mais propensas a dependência de drogas e álcool, a contrair doenças infecciosas, desenvolver alergias, doenças autoimunes, etc. 

Muitas pessoas acreditam ser difícil e custoso cuidar da saúde mental, mas esse é um processo mais simples do que parece. Algumas atitudes que podem ajudar são manter boas relações com as pessoas que nos rodeiam, ter uma vida amorosa satisfatória, não remoer problemas do passado, não se cobrar demasiadamente, perdoar-se e perdoar o próximo, rir sempre que puder, chorar quando precisar e ter uma vida cercada de amor. 

Se você sentir dificuldade com algum desses aspectos mencionados, o indicado é procurar um psicólogo de confiança. Ter uma boa saúde mental é muito importante, pois nos permite sentir paz interior e com o mundo que nos rodeia. 

Meio ambiente 

Estar em contato com a natureza traz vários benefícios para o ser humano. Por isso, ter um bom relacionamento com o meio ambiente tem impacto positivo em nossa qualidade de vida. 

Quando falamos em meio ambiente, estamos levando em conta tudo que nos rodeia como indivíduos. Dessa forma, os locais que frequentamos afetam a nossa qualidade de vida. Além disso, preservar o meio ambiente não nos afeta como pessoas únicas, mas toda a sociedade em que vivemos. 

Uma cidade com problemas de descarte correto de lixo, poluição e falta de espaços verdes pode causar doenças a população e prejudicar a sensação de bem-estar. 

Podemos sentir o impacto do ambiente em algumas atividades rotineiras. Pessoas que gostam de caminhar ou correr ao ar livre sentem que essa atividade é muito mais agradável e saudável. Outro exemplo é fazer uma massagem ouvindo sons da natureza, tornando o processo mais relaxante. 

Respeitando o meio ambiente 

Com o passar do tempo, a qualidade de vida se tornou um assunto mais recorrente e de mais importância para a sociedade. Sendo assim, o respeito ao meio ambiente também começou a ser discutido com mais frequência, devido a sua íntima ligação com o tema. 

Preservar e respeitar o meio ambiente é garantir qualidade de vida para todos. Nossas ações hoje terão impacto significativo no futuro, melhorando a qualidade de vida hoje e sempre. 

qualidade de vidaComo organismos vivos, devemos estar em harmonia com a natureza. A nossa qualidade de vida também depende do estado em que o meio ambiente se encontra, pois precisamos de água, ar, alimentos e outros elementos fundamentais para a nossa sobrevivência. Por isso, mais do que nunca, é fundamental ter um ambiente ecologicamente equilibrado e sustentável. 

Dentro da clínica médica, é possível fazer pequenas coisas pelo meio ambiente. Trocar o prontuário físico pelo prontuário eletrônico, por exemplo, irá reduzir drasticamente o uso de papel na sua empresa, além de diminuir esse custo dentro do seu orçamento. 

Trabalho 

A qualidade de vida no trabalho é importante porque, um profissional de saúde por exemplo, acaba passando mais tempo no ambiente de trabalho do que em casa. 

É importante destacar que a sua qualidade de vida no trabalho não está relacionada a como a sua clínica está crescendo e se desenvolvendo. Dentro desse aspecto, é necessário pensar no local e momento de trabalho, mas também na sua satisfação pessoal, relacionamento familiar, opções de lazer, etc. 

Isso significa que os benefícios e malefícios do seu trabalho devem ser levados em consideração. Só assim, você conseguirá criar um ambiente favorável para você, sua equipe e também para a saúde econômica da sua clínica. 

A qualidade de vida no trabalho deve ser pensada da mesma forma da qualidade de vida como um todo, ou seja, cuidando do bem-estar físico, emocional, mental e psicológico, além dos relacionamentos sociais entre funcionários e o incentivo à educação. 

Qual  a importância? 

Devido a realidade socioeconômica em que estamos inseridos, o emprego tem cada vez mais importância na vida das pessoas. Por isso, participar de um ambiente com bom clima organizacional ajuda na qualidade de vida, além de aspectos empresariais, como gestão e produtividade dos colaboradores. 

O ser humano tem competências e capacidades individuais que podem sofrer alterações de acordo com o meio em que vive. Sendo assim, na atualidade é bem difícil separar nosso lado profissional do pessoal. 

Saúde física e mental no ambiente de trabalho 

Ao sofrer alterações em seu estilo de vida, mercado de trabalho e tempo livre, a qualidade de vida também é impactada, pois esses aspectos também interferem na saúde. 

Em um mundo ideal, a forma com que a sociedade organiza o trabalho deveria contribuir na criação de um mundo mais saudável. A promoção da saúde causa condições de vida e de trabalho mais seguras, satisfatórias, estimulantes e agradáveis, melhorando a qualidade de vida no trabalho. 

Mas, sabemos que não é assim. Hoje, precisamos ter uma grande capacidade de adaptação física, mental e social para atuar dentro do mercado de trabalho. A competitividade, pressão para entregar resultados, acumulação de informações e tarefas demandadas de um mundo globalizado, falta de tempo para o lazer, entre outras questões, são pautas recorrentes de uma sociedade moderna. Parece pouco, mas isso gera consequências. 

Por conta desses fatores, nossa saúde mental sofre alterações em seu funcionamento de rotina diária, capacidade para trabalhar, qualidade de vida no trabalho, desempenho de papéis familiares e sociais e no envolvimento de atividades direcionadas ao lazer. 

Nesse quadro, é muito provável que pessoas com transtornos psicológicos sofram com diagnósticos, tratamentos prolongados e incertezas no prognóstico. Assim, os problemas se tornam mais um risco na qualidade de vida dos profissionais e das pessoas que o cercam. 

O trabalho é um dos principais motivos que acarretam o stress crônico, que tem influência direta no desempenho profissional, na produtividade e na área pessoal de nossas vidas. Além disso, o stress crônico pode desencadear problemas psicossociais intensos.

Como melhorar a qualidade de vida para profissionais da saúde? 

Ainda que qualidade de vida seja uma das preocupações de médicos e enfermeiros para com seus pacientes, é comum que eles esqueçam de praticar simples hábitos que podem fazer toda diferença em suas vidas. 

Para ter uma boa qualidade de vida durante muito tempo, é preciso praticar hábitos saudáveis no presente. Cuidar do corpo, manter uma alimentação equilibrada, fazer exercícios físicos regularmente, manter relações saudáveis, tirar tempo para lazer, entre outras atividades prazerosas terão grande impacto no seu bem-estar. 

Promover saúde para você e seus pacientes permite que a sociedade como um todo tenha controle sobre sua própria qualidade de vida, sempre com o foco na melhora constante. Para atingir bem-estar físico, mental e social, devemos ser capazes de identificar nossos desejos e saber como atingi-los, satisfazer nossas necessidades e ter boa capacidade de adaptação ao meio que estamos inseridos. 

Em todas as escolhas que fazemos, podemos optar por um caminho mais saudável ou não. Além disso, também devemos lembrar que ser saudável não está relacionado apenas ao nosso corpo físico, como também se sentir bem e feliz. 

É necessário sempre encontrar um tempinho para si e para passar com aqueles que você ama, se dedicar a hobbies que te dão prazer e transformar os momentos de lazer em algo tão importante quanto o seu trabalho. 

Outro aspecto importante é aliar sua saúde com sua beleza. É essencial amar o seu reflexo no espelho, mesmo que isso seja um processo e demore um tempo. Assim, é possível evitar cair em extremismos, como dietas absurdas que são perigosas e acabam minando a sua motivação. 

Combater o stress nos dias de hoje é algo fundamental. Além de manter sua saúde mental em dia, você irá evitar problemas como hipertensão, alergias, infecções causadas por baixa imunidade, entre outros problemas de saúde. 

Amplimed: promovendo qualidade de vida para profissionais da saúde 

Tudo que falamos nesse texto é fundamental para sua qualidade de vida, não é mesmo? Mas, parece que o dia precisa ter mais de 24 horas para dar conta de tudo isso. 

Se você se sente dessa forma com suas tarefas do dia a dia dentro da clínica médica, a melhor saída é deixar a tecnologia te ajudar! O sistema de gestão para médicos Amplimed automatiza atividades gerenciais da sua empresa, deixando um tempo de sobra para você cuidar dos seus pacientes, de si mesmo e da sua família! 

Já imaginou reduzir o stress da sua rotina e ainda aumentar os resultados da sua clínica? Faça um teste grátis por 10 dias e veja tudo que o Amplimed é capaz de fazer pelo seu negócio

Compartilhar em:

Olá amigo(a), conheça o software Amplimed, feito por médicos, com a intenção de contribuir com o ecossistema da saúde de forma digital.
Doutor marcos andré
Marcos. A. Sonagli
Ortopedista
5/5
"A Amplimed é uma empresa séria e competente, presta um serviço de referência no atendimento e suporte ao cliente. O sistema é de fácil manuseio, oferece suporte instantâneo, possui múltiplas funções que facilitam a organização da sua clínica."
Que tal testar grátis o sistema Amplimed?