Estamos em conformidade com as normas LGPD e a resolução CFM/2299 – saiba mais

Pesquisar

Coworking médico e seus benefícios: o futuro das clínicas

Confira os motivos que estão colocando o coworking médico como uma opção para o profissional que busca autonomia, mas sem os custos de uma clínica.
Coworking médico e seus benefícios | Amplimed

Não é de hoje que a medicina busca se reinventar em prol de se tornar acessível para a maior parte da população. O coworking médico é, com certeza, um facilitador para a acessibilidade.

Isso porque, entre outros muitos motivos, não possuir uma clínica física pode auxiliar os administradores de negócios da saúde na redução de custos de manutenção, o que pode ser convertido em valores de consultas e procedimentos reduzidos no ato da precificação dos serviços.

Mas falaremos dessas vantagens mais adiante neste artigo.

O que é coworking médico?
Vantagens do coworking médico
Escolha o melhor software de gestão para seu coworking

Médicos de diferentes especialidades que atuam no mesmo coworking médico.

O que é coworking médico? 

Antes de entendermos qual é a vertente médica dessa modalidade, precisamos entender o que é coworking de modo geral.

De acordo com o Coworking Brasil, é um local onde você encontra a estrutura de um ambiente de trabalho, no caso mais comum, escritórios, com uma boa localização, equipamentos e mobília de primeira linha, e, o fator mais importante de todos, uma gama de profissionais para troca de experiências.

Normalmente opta por esse quem deseja diminuir os custos de manutenção de um escritório próprio, pagando um valor referente a aluguel mensal ou até mesmo calculado por horas.

Certo, agora que entendemos o princípio básico do coworking, como funciona essa modalidade voltada para a medicina? Afinal de contas, estamos falando de escritórios, e não devemos tratar consultórios, clínicas ou centros médicos como um simples escritório.

Um espaço feito para abrigar médicos de diferentes especialidades e, muitas vezes compartilhando, em horários diferentes, a mesma sala, não pode se deter apenas a uma bela decoração.

Deve ao menos se preocupar com estrutura básica para atendimentos de saúde: um computador, uma mesa com cadeiras para os pacientes e acompanhantes e para o médico e uma mesa de exames.

Outros apetrechos como um negatoscópio são interessantes de acrescentar, porém, ficam por conta do administrador colocar ou não.

Além das salas, o coworking médico, assim como o tradicional, permite intercâmbio de experiências com diversos profissionais da saúde de diferentes especialidades, pois não é sempre que os mesmos doutores terão escalas e as salas alugadas nos mesmos horários.

Só isso já abre um mundo de possibilidades que, muito provavelmente, um consultório convencional não abriria.

Vamos abordá-las a seguir, numerando as vantagens de adotar esse sistema clínico fora do comum, mas extremamente proveitoso e inovador. E o pioneirismo já é uma vantagem.

Vantagens do coworking médico

Um modelo ainda pouco conhecido e acolhido pelos médicos, mas que é uma promessa, deve ser visto com bons olhos.

Por isso, temos aqui alguns benefícios que podem fazê-lo enxergar esse modelo como uma opção para seus atendimentos, ou, por que não, uma alternativa de negócio.

Mão de profissional da saúde contabilizando dinheiro, remetendo às economias em atuar em um coworking médico.

1 – Diminuição dos custos de manutenção

Quando falamos em procurar alternativas logo pensamos que as finanças possam ser um dos problemas que levaram a essa busca.

Corte de gastos é um dos muitos fatores que levam empresas, e com consultórios não é diferente, a modificar o sistema de gestão que costumava funcionar ou riscar da sua lista de prioridades alguns itens.

Talvez você pensasse que o prédio da clínica – que convenhamos, como qualquer edifício, dá extrema manutenção – não estava entre as opções a serem cortadas. E é aí que você se engana.

Em um universo que já permite o aluguel de salas e consultórios bem equipados com materiais novos, entregar o prédio que costumava servir como sede do consultório ficou mais fácil do que nunca.

Alugando mensalmente uma sala de coworking é possível ter, a sua disposição, itens de última geração, e que, precisando de manutenção, serão parte da gestão administrativa do espaço.

Leia também: 3 gadgets essenciais para médicos

Em tempos em que a telemedicina ganhou tanto espaço e o consultório físico perdeu algumas visitas frequentes, não é má ideia trabalhar com escalas em um ambiente com aluguel mais barato, certo?

O que nos leva ao próximo ponto.

Paciente idosa consultando via telemedicina com médico que atua em coworking médico.

2 – Telemedicina abriu espaço para o coworking médico

É necessário um ambiente adequado para a realização das teleconsultas, pois, assim como as outras modalidades, ela deve ser tratada com seriedade e relevância.

Mas ela pode ser realizada a partir de um escritório bem equipado e não necessariamente numa clínica.

Portanto, entregar as chaves de um prédio inteiro e restringir os horários a algumas horas em uma sala de coworking pode ser uma opção, especialmente agora que a pandemia permitiu um crescimento de 136% da procura por atendimentos online.

O presencial e o teleatendimento dividem praticamente o mesmo espaço agora, e, provavelmente, este é o melhor momento para dar uma chance aos consultórios compartilhados, também com boa infraestrutura, se necessário, para a telemedicina.

Você também pode se interessar: Como implantar telemedicina na clínica

3 – Intercâmbio médico

Como dito anteriormente, você conhecerá muitos especialistas diferentes nessa experiência, e a cada momento compartilhará seus horários de escala com novos profissionais em outros consultórios.

Isso traz riqueza de informações não apenas para você, como médico, mas também benefícios para o seu paciente.

Sabemos que muitos casos, hoje, precisam da atenção de mais do que um profissional, de especialidades diferentes.

Essa rede bem relacionada de médicos permite que você indique os melhores aos seus pacientes, feche boas parcerias e facilite a fidelização até mesmo para si próprio, mantendo todos os atendimentos em um só lugar.

Médica posando pra foto em coworking médico.

4 – Autonomia e independência

Não é porque você está compartilhando o mesmo ambiente que outros médicos que você precisa fazer o que eles fazem.

Existem ambientes comuns, como a sala de espera, mas da porta pra dentro do seu consultório quem dita as regras permanece sendo você.

Portanto, se você já utiliza na sua clínica um sistema de gestão em saúde como o da Amplimed e está bem adaptado a ele, não há nenhum problema em mantê-lo.

Pelo contrário, durantes os momentos de intercâmbio de informações e cooperação com outros médicos, você pode apresentar novidades que adaptou para os seus atendimentos e que acredita que funcionam.

4 – Um modelo acessível para quem está no início

Por fim, como já abordamos aqui no blog, não é sempre que vamos iniciar uma carreira podendo começar com o nosso próprio negócio.

A sociedade médica e o holding familiar são opções para quem não consegue abrir seu consultório de forma independente até que capte investimento para isso.

Porém, o modelo de coworking não precisa dessa reunião prévia de investimento. É possível começar quase de forma imediata, sem as burocracias exigidas para abertura de uma clínica.

Computador em cima de mesa branca do coworking, com canal de agendamento online da Amplimed aberto.

Escolha o melhor software de gestão para seu coworking

É necessário ter em mente que, mais do que nunca, a sua clínica estará no seu computador.

Arquivos físicos serão definitivamente coisa do passado, e o armazenamento em nuvem será seu novo melhor amigo.

Portanto, é preciso escolher com cautela o melhor sistema de gestão para organizar seus negócios. A Amplimed oferece dezenas de recursos, como:

  • Prontuário eletrônico
  • Plataforma de telemedicina
  • Módulos por especialidades
  • Prescrição digital
  • Emissão de termos e documentos
  • Faturamento TISS
  • Relatórios de materiais, agendamentos e estoque
  • Relatórios financeiros
  • Profissionais em tela única
  • Assinatura digital de acordo com o padrão ICP-Brasil
  • Coleta, armazenamento e compartilhamento de dados enquadrados na Lei Geral da Proteção de Dados.

Você pode conferir todas essas ferramentas testando o software em gestão de saúde da Amplimed hoje mesmo!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novidades todas as semanas em seu e-mail

Posts relacionados

Conheça os benefícios, os desafios, as principais integrações e muito mais sobre o prontuário eletrônico, suas funcionalidades e implementação.
Aprenda como criar metas para clínicas médicas neste passo a passo que acompanha 7 exemplos práticos de metas para implementar.
Saiba como realizar seu controle de vacinas para sempre ter um estoque disponível para as aplicações.
Entenda como a Amplimed, especialmente o sistema de prontuário eletrônico e telemedicina, transformaram a gestão da clínica do Dr. Asdrubal.

Antes de falar com nosso time comercial,
nos informe:

Está buscando atendimento médico? Clique aqui

É paciente? Atenção!

Nosso sistema é exclusivo para gestão de clínicas, consultórios e operadoras de saúde. Se você precisa de atendimento, conheça nosso agendamento online e encontre os melhores profissionais.