Estamos em conformidade com as normas LGPD e a resolução CFM/2299 – saiba mais

Pesquisar

Guia da gestão de clínica de estética e biomedicina

Entenda como o mercado se apresenta atualmente, quais as diferenças entre estética e biomedicina e descubra dicas para gestão de clínica de estética.

A gestão de clínica de estética, assim como as demais áreas da saúde, pode apresentar alguns desafios no caminho para o crescimento, principalmente envolvendo a concorrência de mercado.

Entretanto, este ambiente está favorável ao investimento. O mercado de estética no Brasil tem apresentado um crescimento expressivo nos últimos anos, impulsionado pela busca crescente por cuidados pessoais.

Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria e Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmético (ABIHPEC), o setor de estética movimentou mais de R$47 bilhões em 2020, representando um aumento de 5,8% em relação ao ano anterior.

O Brasil ocupa a quarta posição no mercado mundial de beleza e cuidados pessoais, ficando atrás apenas de Estados Unidos, China e Japão.

Além disso, a biomedicina estética é uma especialidade que se torna cada vez mais procurada pelo público que preza por uma maior segurança e qualidade nas aplicações e demais serviços.

Neste artigo, você entenderá qual é a diferença entre estética e biomedicina estética, as etapas que requerem cuidados durante a gestão dos serviços estéticos, e também como uma gestão de clínica de estética personalizada auxilia em diversos processos.

Qual a diferença entre estética e biomedicina estética
8 etapas que precisam de atenção na gestão de clínica de estética
Como um sistema de gestão personalizado pode auxiliar

Qual a diferença entre estética e biomedicina estética

A área de estética e a área de biomedicina são áreas relacionadas, mas possuem algumas diferenças pontuais e importantes.

Na estética, o estudo é voltado para a beleza humana, sobre como preservá-la e melhorá-la. A área abrange diversas técnicas e procedimentos que visam cuidar da aparência da pele, do cabelo, das unhas, do corpo e do rosto.

Ela pode ser aplicada por profissionais de diferentes formações, como esteticistas, cosmetologistas, fisioterapeutas, enfermeiros, entre outros.

A estética também pode ser dividida em subáreas, como a estética facial, corporal, capilar, ortomolecular e funcional.

Já a área da biomedicina estética une a parte estética com técnicas e estudos por trás de doenças, desenvolvendo tratamentos e remédios para prevenir e combater patologias que afetam a saúde e a beleza.

Além disso, a biomedicina pode se especializar em outras áreas específicas, como a biomedicina forense, nuclear, regenerativa e demais vertentes.

A grande diferença está na abrangência e na complexidade dos conhecimentos e procedimentos que cada área envolve.

Por isso, é muito comum que as clínicas estéticas possuam profissionais com formação em duas áreas, especialmente em casos nos quais a clínica oferece serviços que envolvem a prática de alguns procedimentos como botox, preenchimento labial, enzimas, entre outros.

8 etapas que precisam de atenção na gestão de clínica de estética

A gestão de clínica de estética é um processo que envolve diversas etapas que devem ser realizadas com atenção nos mínimos detalhes para garantir o sucesso do negócio.

Apresentamos abaixo 8 etapas que precisam estar na lista de afazeres de uma clínica estética, e também como realizá-las de forma eficiente.

Planejamento estratégico

O planejamento é a primeira etapa na gestão de clínica de estética. Consiste na definição de objetivos, metas e ações, levando em conta a missão e os valores da empresa, bem como o cenário interno e externo do mercado.

A organização das estratégias da clínica ajuda a definir os esforços e recursos para alcançar os resultados esperados, devendo ser revisados periodicamente para se adaptar às mudanças da área e dos pacientes.

Gestão financeira

A saúde financeira da clínica é essencial para a manutenção e aumento do lucro. O controle das entradas e saídas de dinheiro, os custos, as despesas, os investimentos, impostos e outros aspectos devem ser planejados de acordo com a realidade do negócio.

Uma boa gestão de clínica de estética evita o surgimento de dívidas, desperdícios e fraudes, além de possibilitar o crescimento sustentável do negócio.

Para uma boa gestão de clínica de estética, é preciso utilizar ferramentas e sistemas que facilitem os registros, a organização, análise e tomada de decisão sobre as finanças da clínica.

Gestão de pessoas

Essa etapa se ocupa dos recursos humanos da clínica, ou seja, dos profissionais que trabalham na empresa, como médicos, biomédicos, esteticistas, recepcionistas, entre outros.

A gestão de pessoas envolve desde o recrutamento, a seleção, contratação, treinamento, avaliação, remuneração, desenvolvimento e também o reconhecimento dos colaboradores.

Ela é fundamental para garantir a qualidade dos serviços prestados, a satisfação dos clientes e funcionários, estabelecendo assim um clima organizacional estável na clínica.

Gerenciamento de processos

 Para o funcionamento equilibrado de uma clínica, os processos internos, ou seja, as atividades que são realizadas na empresa desde o atendimento ao cliente, até a execução dos procedimentos estéticos, precisa ser pensada e organizada.

Essa etapa visa padronizar, otimizar e melhorar as tarefas realizadas na clínica. Para isso, é preciso mapear os serviços, documentá-los, analisá-los e revisá-los utilizando as ferramentas adequadas.

Manutenção de estoque

Todos os materiais que em algum momento serão utilizados pelos profissionais da clínica devem passar pelo controle de estoque. Sejam eles cosméticos, equipamentos médicos, materiais descartáveis, entre outros.

A manutenção de estoque visa controlar, organizar, armazenar e repor os itens que os profissionais usam, evitando a falta ou o excesso de produtos, controlando o vencimento, o desperdício, roubos, entre outros problemas.

Qualidade no serviço

Um dos principais desafios de uma gestão de clínica de estética é a qualidade dos serviços prestados. Para garantir a satisfação e fidelização dos clientes é preciso contar com profissionais qualificados, capacitados e que possam realizar as aplicações e demais procedimentos estéticos com segurança.

Além disso, é preciso investir em equipamentos, produtos e tecnologias. Dessa forma, é possível oferecer os melhores resultados e minimizar os riscos de complicações e efeitos colaterais.

A qualidade dos serviços também depende de uma boa avaliação, orientação e acompanhamento dos clientes, que devem ser informados sobre os benefícios, contraindicações, cuidados e os resultados esperados em cada tratamento.

Paciente entregando ficha para recepcionista sorridente

Marketing

É crucial a discussão de estratégias e planos de ações que possuem a intenção de atrair, conquistar e fidelizar clientes.

O marketing na gestão de clínica de estética abrange desde a pesquisa de mercado até o planejamento e execução, o monitoramento e a avaliação das campanhas e das ferramentas de marketing, como website, redes sociais, e-mail marketing e blog.

O investimento nessa área é vital para aumentar não só a visibilidade, mas também a credibilidade e a rentabilidade da clínica.

Relacionamento com o cliente

A retenção dos clientes se deve pela relação que a clínica estabelece com ele. A forma como a instituição se comunica e se aproxima, desde o primeiro contato até o atendimento.

Gerir o relacionamento é uma das bases para a fidelização. Portanto, oferecer uma experiência positiva, personalizada e profissional pode criar vínculos de confiança e de lealdade com a clínica.

Ao seguir e respeitar todas as etapas, o ambiente organizacional proporcionará uma melhora nos serviços prestados, além de aumentar em grande escala as chances de fidelização de seu paciente.

É importante lembrar que toda a gestão possui suas particularidades e necessidades específicas de acordo com a realidade da clínica.

Por isso, o ideal é realizar o planejamento das etapas ao lado de todos os profissionais que trabalham em prol do crescimento da marca e da qualidade dos serviços.

Leia também: 10 dicas para construir a identidade visual da sua clínica

Como um sistema de gestão personalizado pode auxiliar

Em todo o ambiente clínico existem tarefas e processos que podem ser diferentes de acordo com os profissionais que desempenham seus trabalhos em diferentes funções.

Portanto, ter um sistema com as propriedades singulares da sua clínica pode ser um diferencial no momento de fazer agendamentos, gerenciar o fluxo de caixa, organizar estoques, receber feedbacks de clientes e diversas outras funções.

Prontuário personalizado

Um prontuário personalizado para clínicas é um recurso que pode levar muitos benefícios. Ele permite que a instituição adapte esse recurso às suas necessidades e preferências, escolhendo os campos, seções, formulários, modelos e protocolos que melhor se adequam à sua especialidade, rotina e objetivos.

Há um aumento significativo da produtividade e eficiência no trabalho, reduzindo o tempo gasto com o preenchimento, a busca, impressão e o arquivamento de documentos em papel.

Dessa forma, é possível automatizar todas as tarefas de lembretes, receitas, solicitação de exames e também de assinaturas.

A qualidade e a segurança do atendimento também são melhoradas, pois permite o registro e acesso de informações dos pacientes de forma completa, organizada e padronizada, seguindo as normas éticas de proteção de dados.

Além disso, facilita a comunicação e a colaboração conjunta, compartilhando o prontuário com outros profissionais da clínica ou fora dela, de forma integrada e autorizada, sempre mantendo um relacionamento próximo e duradouro com os pacientes por meio de diversos canais de contato.

Questionário pré-consulta

Esta é uma forma de coletar informações relevantes sobre o paciente antes da consulta presencial, como dados pessoais, hábitos de saúde e sintomas de doenças.

A clínica pode economizar tempo e otimizar a agenda, evitando perguntas repetitivas, atrasos e faltas para focar no que realmente importa durante o atendimento médico.

Assim como no prontuário, também existe um maior aproveitamento na qualidade do atendimento, pois se tem uma visão mais precisa do histórico e do estado de saúde do paciente.

Além disso, esse processo pode aumentar a satisfação do paciente com a clínica e o profissional de saúde.

Ao responder o questionário, o paciente se sente mais valorizado para o atendimento, reduzindo também a sua ansiedade, pois já sabe o que esperar da consulta.

Agendamento online

O agendamento online é uma forma de facilitar e agilizar os processos de marcação de consultas e demais procedimentos nas clínicas. Ele traz diversos benefícios tanto para os profissionais, quanto para os clientes.

Um dos principais benefícios é a comodidade oferecida. O paciente não precisa se deslocar para poder realizar o agendamento da consulta de forma presencial, basta ter acesso à plataforma online e agendar o horário ideal em sua agenda.

É possível enviar lembretes de confirmações por e-mail, SMS e outros meios de comunicação para evitar esquecimentos ou atrasos.

Para a clínica, há um aumento de eficiência, pois reduz o gasto com as ligações telefônicas, anotações manuais, confirmações e cancelamentos. Erros como duplicidade de horários ou sobreposições também são diminuídos significativamente.

Repasses financeiros

O processo com diversas planilhas de planejamento financeiro pode ser um problema quando a clínica atinge um nível grande de profissionais atuantes. Por isso, um sistema de gestão personalizado pode fazer toda a diferença.

As tarefas de cálculo dos repasses podem ser automatizadas, levando em conta tabela de preços, as regras de negócio, retenções de impostos, taxas administrativas de convênios ou serviços particulares.

Isso evita erros, atrasos e divergências nos valores que serão repassados aos profissionais de saúde.

Há um melhor controle dos recebimentos e pagamentos com a emissão de recibos, comprovantes, extratos e integrações com outros sistemas.

Além disso, permite ter uma melhor visão sobre a rentabilidade e lucratividade do negócio, assim como inadimplências, fluxo de caixa e balanço do patrimônio.

Esses são só alguns tópicos que englobam um sistema de gestão de clínicas. Em resumo, o sistema permite controle total do negócio, e de forma a atender as particularidades de cada negócio.

Todas as ferramentas encontradas no sistema de gestão traçam um caminho para melhorar a produtividade, agilizar os processos administrativos e reter mais clientes, fazendo com que sua clínica ganhe renome e mantenha uma marca forte.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novidades todas as semanas em seu e-mail

Posts relacionados

Conheça o sistema de gestão que auxilia no gerenciamento de sua clínica de ponta a ponta e descubra 9 formas práticas para diminuir custos.
Conheça os benefícios, os desafios, as principais integrações e muito mais sobre o prontuário eletrônico, suas funcionalidades e implementação.
Você sabe por que deve implementar um sistema de agendamento médico em sua clínica? Conheça 6 benefícios que podem convencê-lo.
Como medir o faturamento da clínica? Saiba como um sistema de gestão pode ajudar no controle financeiro do seu negócio de saúde.

Antes de falar com nosso time comercial,
nos informe:

Está buscando atendimento médico? Clique aqui

É paciente? Atenção!

Nosso sistema é exclusivo para gestão de clínicas, consultórios e operadoras de saúde. Se você precisa de atendimento, conheça nosso agendamento online e encontre os melhores profissionais.