Estamos em conformidade com as normas LGPD e a resolução CFM/2299 – saiba mais

Pesquisar

Como entender quanto fatura uma clínica médica

Para que um negócio dê certo, a sustentabilidade financeira é um pilar fundamental. Mas como saber quanto fatura uma clínica médica?

Para que um negócio dê certo, a sustentabilidade financeira é um pilar fundamental. Mas você como saber entender quanto fatura uma clínica médica?

Embora a profissão de médico esteja relacionada – obviamente – à saúde, é necessário que os profissionais também pensem como empresários.

Afinal, como já mencionamos no texto que aborda se o médico pode ser MEI, geralmente é mais vantajoso que ele opte por ser pessoa jurídica a atuar como autônomo.

Isso porque, com um CNPJ, frequentemente o médico paga valores menores de impostos.

Assim, compreender se há lucratividade no negócio precisa estar no cotidiano do médico.

Indicadores de desempenho
Avaliação periódica de indicadores
Que números levantar para saber quanto fatura uma clínica médica?
Descobri quanto fatura uma clínica médica. Como aumentar esse número?

Indicadores de desempenho

O primeiro passo para ter o entendimento sobre quanto fatura uma clínica médica, é saber quais os indicadores de desempenho mais adequados nesse tipo de negócio.

A escolha dos indicadores pelos gestores deve levar em consideração os objetivos estratégicos da clínica, além da disponibilidade e qualidade dos dados necessários para o cálculo.

O tempo de existência da clínica e a estruturação dos processos também influenciam na decisão por quais indicadores avaliar. Ainda há como ponto fundamental para a escolha o foco da gestão.

Alguns indicadores que podem ser relevantes são:

Taxa de ocupação

Quantidade de consultas ou procedimentos realizados em relação à capacidade total da clínica em um período determinado.

Médico consulta paciente

Faturamento médio por consulta/procedimento

Valor médio gerado por consulta ou procedimento realizado pela clínica.

Tempo médio de espera

Tempo médio que os pacientes esperam para serem atendidos na clínica.

Índice de satisfação do paciente

Grau de satisfação dos pacientes com o atendimento recebido na clínica.

Custo por paciente

Custo médio de atendimento por paciente atendido na clínica.

ilustração com uma rede de pessoas interligadas

Número de indicações

Quantidade de pacientes que foram indicados por outros pacientes ou profissionais da saúde para a clínica.

___________________

Fica claro, a partir das possibilidades de indicadores, que produzir um planejamento estratégico faz muita diferença para o sucesso da empresa. 

Preferencialmente, ele é feito logo no início do negócio, dando um Norte muito claro às ações e criando uma cultura de decisões a partir de dados.

Tendo um planejamento estratégico consistente e seguindo-o à risca, os gestores conseguem identificar problemas com mais agilidade, assim como ter insights de oportunidades de melhoria.

Avaliação periódica de indicadores

É também no planejamento estratégico, depois de estabelecidas as metas e os indicadores a serem utilizados, que a gestão estabelecerá a periodicidade da avaliação dos números.

A resposta à periodicidade de avaliação é encontrada no decorrer da criação do planejamento estratégico. 

Ao refletir sobre onde a empresa deseja chegar e como a equipe o fará, também identifica-se de quanto em quanto tempo há essa necessidade de informações.

Algumas possibilidades de frequência, conforme os indicadores, são:

Indicadores de desempenho financeiro

Avaliação mensal, com acompanhamento de receitas e despesas da clínica, além da rentabilidade dos serviços prestados.

Indicadores de satisfação do cliente

A avaliação pode ser trimestral ou semestral. Serve para aferir o nível médio de satisfação dos pacientes com os serviços prestados pela clínica.

secretária atende mulher na recepção

Indicadores de qualidade dos serviços

Avaliação trimestral ou semestral, para apreciar a percepção da qualidade dos serviços prestados e identificar possíveis melhorias a serem implementadas.

Indicadores de produtividade

Avaliação mensal, com o objetivo de acompanhar a produtividade da equipe e identificar possíveis gargalos na atuação dos colaboradores.

Que números levantar para saber quanto fatura uma clínica médica?

A empresa precisa ser muito detalhista quanto às questões financeiras. Especificar previsões, assim como o que de fato é executado nas despesas e receitas, é o mínimo obrigatório para uma clínica.

Mais uma vez, é fundamental que se aborde o planejamento, desta vez, o orçamentário.

Para saber realmente quanto fatura uma clínica médica, em termos de lucratividade, a gestão precisa analisar as despesas – aluguel, folha de pagamento, suprimentos, equipamentos, serviços de limpeza, entre outros.

Da mesma forma, deve avaliar todas as receitas – consultas médicas, exames, procedimentos e demais serviços oferecidos.

Também influencia na lucratividade de uma clínica, a taxa de ocupação. Ela é calculada com a divisão do número de consultas realizadas pelo número de horários disponíveis para consultas. 

Altas taxas de ocupação significam que a clínica está sendo bem utilizada. Como consequência, a maior probabilidade é de que o negócio esteja gerando lucro.

Descobri quanto fatura uma clínica médica. Como aumentar esse valor?

As circunstâncias, os planejamentos e os contextos são variados e bastante próprios de cada negócio. Entretanto, algumas sugestões gerais podem ser consideradas:

Aumentar a base de pacientes

Em geral, mais clientes significam mais receita. Campanhas de marketing (on e offline), publicidade e recomendações podem contribuir para o aumento de pacientes.

Aumentar o ticket médio

Serviços adicionais e pacotes de serviços, por exemplo, podem ser mais rentáveis do que a oferta de consultas isoladas. Isso pode incluir exames, terapias e outros serviços médicos.

Aumentar a eficiência operacional

A partir da identificação de áreas ineficientes, é possível melhorar a organização e a gestão de processos. Gestão de estoque de medicamentos, de prontuários eletrônicos, no tempo de espera de pacientes são exemplos de áreas a serem otimizadas.

Investir em tecnologia

A incorporação de tecnologia pode melhorar a eficiência, reduzir custos e melhorar a qualidade do atendimento ao paciente. Isso pode incluir a adoção de telemedicina, sistemas de agendamento online, entre outros.

Gerenciar as finanças de maneira eficiente

Uma gestão financeira eficiente pode melhorar a rentabilidade da clínica. A redução de despesas desnecessárias e o monitoramento cuidadoso de receitas e despesas são exemplos de um melhor gerenciamento de finanças.

É fundamental lembrar, por fim, que cada clínica tem situações únicas e específicas. Os desafios e as oportunidades são diferenciados conforme a época, os objetivos e o perfil do negócio.

Portanto, o ideal é avaliar caso a caso. A Ramp Gestão oferece serviços para cada um deles: desde a construção do planejamento estratégico, passando pelo orçamentário, gestão de processos até a consultoria dedicada e o acompanhamento personalizado.

*Este texto foi produzido em uma parceria entre Amplimed e Ramp Gestão.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novidades todas as semanas em seu e-mail

Posts relacionados

Conheça o sistema de gestão que auxilia no gerenciamento de sua clínica de ponta a ponta e descubra 9 formas práticas para diminuir custos.
Conheça os benefícios, os desafios, as principais integrações e muito mais sobre o prontuário eletrônico, suas funcionalidades e implementação.
Você sabe por que deve implementar um sistema de agendamento médico em sua clínica? Conheça 6 benefícios que podem convencê-lo.
Como medir o faturamento da clínica? Saiba como um sistema de gestão pode ajudar no controle financeiro do seu negócio de saúde.

Antes de falar com nosso time comercial,
nos informe:

Está buscando atendimento médico? Clique aqui

É paciente? Atenção!

Nosso sistema é exclusivo para gestão de clínicas, consultórios e operadoras de saúde. Se você precisa de atendimento, conheça nosso agendamento online e encontre os melhores profissionais.